Sexta-Feira 09/12/2022 16:23

Primavera chega com muita chuva esta semana no Estado

Estado - Previsão do Tempo - Covid-19

Sol forte e tempo seco dão lugar a chuvas e frente fria, que chegam nesta semana a Mato Grosso do Sul e devem derrubar as temperaturas - GERSON OLIVEIRA

A expectativa nesta semana, com a chegada da primavera, é de mudança no clima e no tempo em todo o Estado. A sensação de calor e o tempo seco em Campo Grande devem dar lugar a um clima mais agradável, com aumento na ocorrência de chuvas e na umidade do ar.

Ainda neste mês de setembro, a tendência é de chuva frequente no sul do Estado, principalmente nos dias que antecedem o início da primavera, que começa nesta quinta-feira (22) e segue até o dia 21 de dezembro.

Os acumulados de chuva devem ficar acima de 40 milímetros, com destaque para queda das temperaturas ao longo da semana, com mínimas entre 8°C e 10°C.

Segundo a meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Andrea Ramos, as nuvens carregadas devem começar ao sul do Estado e de forma gradual, e o clima chuvoso vai se espalhar pelas outras regiões de Mato Grosso do Sul durante a semana.

“No sul do Estado haverá acúmulo de pancadas de chuva e trovoadas. Ao longo da semana, o tempo vai ser o mesmo para o restante de Mato Grosso do Sul neste mês de setembro”, explicou Andrea.  

Entre quarta e quinta-feira, a previsão é de chuva e nebulosidade no período da manhã, e a partir de sexta-feira (23) até o fim de semana o tempo estará estável, sem previsão de chuvas e com poucas nuvens.  

Porém, no início da próxima semana a previsão é de que volte o tempo carregado, com possibilidade de chuvas.

Com este prognóstico para o fim do mês de setembro e para todo o período de outubro, o atual clima seco no Estado deve dar lugar à umidade, em decorrência das chuvas.

“A umidade que está abaixo de 20% neste período de inverno, que tem esta característica, na primavera deve chegar à faixa de 30% a 40%. A temperatura na nova estação deve ficar em torno de 30°C no Estado”, declarou a meteorologista.

PERÍODO CHUVOSO

De acordo com o Inmet, o acumulado de chuva para este período de primavera de setembro a dezembro pode chegar até 220 milímetros por mês em todo o Estado.

Ainda em setembro, a distribuição de chuvas deve acontecer com pouco volume na região oeste do Estado.

As chuvas mais regulares têm tendência de começar a partir da segunda quinzena do mês de outubro, porém, nas regiões norte, leste, oeste e parte do nordeste, devem ficar abaixo das médias.  

Segundo o Inmet, neste mês, as chuvas devem alcançar 180 mm no sul, 140 mm no norte, e de 110 a 120 mm no nordeste do Estado.

A partir do mês de novembro, haverá um aumento significativo na ocorrência das chuvas, com chance de enchentes, inundações e precipitações fortes, sobretudo nas regiões sul e sudoeste.  

O acumulado de chuvas no noroeste de Mato Grosso do Sul deve chegar a 140 milímetros, e em todo o Estado a estimativa é de 180 mm.

Por fim, no mês de dezembro deve haver o maior registro de volume de chuva no Estado, chegando entre 210 e 220 milímetros de acumulado.  

Porém, é esperado para o mês de dezembro um período de estiagem, com tempo seco e calor nos primeiros dias, nas regiões central, sul e sudoeste de Mato Grosso do Sul.

FLORESCIMENTO

A primavera é conhecida por ser a estação mais florida, em que o clima favorece o florescimento de diversas espécies de plantas.

Segundo Lorene Tiburtino, professora de Biologia e Ciências, doutora em Desenvolvimento Local, no Brasil, essa transformação de paisagem não ocorre de uma maneira tão intensa, já que as estações do ano não são bem definas aqui, e desta forma é possível encontrar plantas com floração em épocas distintas.

O exemplo mais famoso que temos aqui no Cerrado são as flores dos ipês, que desabrocham entre junho e setembro, que são meses de inverno.  

“Aqui no Cerrado, durante a primavera, as flores do pequi, jacarandá, cagaita, ingá e flamboyant são alguns exemplos de plantas que entram no período de florescimento”, declarou Tiburtino.

As árvores também ajudam a aliviar a temperatura durante esse período de primavera, uma vez que a arborização pode contribuir para a estabilidade do clima.

“Locais onde há árvores podem influenciar no clima do ambiente. É possível notar a diferença da sensação de alívio térmico que sentimos ao estar próximo de uma árvore frondosa ou em uma área bem arborizada”, informou Lorene.

A professora ainda acrescenta que “alguns pesquisadores citam que ter uma cidade bem arborizada pode contribuir para resfriar o ar, o que provoca o movimento do ar quente e frio deixando o local mais ventilado. Podemos dizer que tudo isso contribui para o bem-estar social”, finaliza.

SAIBA

As elevadas temperaturas do ar e do solo no mês de setembro podem potencializar rajadas de vento no mês de outubro e parte de novembro que devem ser superiores a 60 km/h no Estado. 

A chegada de frentes frias associadas aos ventos fortes pode trazer também descargas elétricas, trovoadas e pancadas de chuva e granizo nestes dois primeiros meses da estação.

Correio do Estado/KV

Compartilhar faz bem!

Eventos

  • 1º Encontro dos Amigos da Empaer

    1º Encontro dos Amigos da Empaer

    Cidade:Dourados
    Data:29/07/2017
    Local:Restaurante / Espaço Guarujá

  • Caravana da Saúde em Dourados II

    Caravana da Saúde em Dourados II

    Cidade:Dourados
    Data:16/04/2016
    Local:Complexo Esportivo Jorge Antonio Salomão

Veja Mais Eventos

Balcão de Oportunidades / Empregos(Utilidade Pública)

Não é cadastrado ainda? Clique aqui

Veja todas as ofertas de vagas

Cotações

Moeda Taxa R$
Dólar 5,244
Euro 5,530
Franco suíço 5,617
Yuan 0,754
Iene 0,038
Peso arg. 0,031

Atualizado

Universitários

Serviço Gratuito Classificados - Anúnicios para Universitários
Newsletter
Receba nossa Newsletter

Classificados

Gostaria de anunciar conosco? Clique aqui e cadastre-se gratuitamente.

  • Anúncios

Direitos do Cidadão

Escritório Baraúna-Mangeon Faça sua pergunta
  • Tem uma senhora dai de Campo Grande que é uma estelionatá...Tem uma senhora dai de Campo Grande que é uma estelionatária aqui em Cuiabá, levou muita grana nossa, e uma eco esporte. Ela se chama LEUNIR..., como faço pra denunciar ela aí nos jornais?Resp.
  • Boa tarde, minha sogra teve cancer nos seios e retirou um...Boa tarde, minha sogra teve cancer nos seios e retirou um eo outro parcial ja faz um bom tempo que nao trabalha e estava recebendo auxilio doença mas foi cancelada e ja passou por duas pericias e nao consegui mais , sera que tem como ela aposentar?Resp.
  • quanto porcento e o desconto para produtor rural hoje out...quanto porcento e o desconto para produtor rural hoje outbro de 2013Resp.
  • meu irmao cumpriu dois ano e meio de pena foi asolvido 7 ...meu irmao cumpriu dois ano e meio de pena foi asolvido 7 a zero caso ele tenha alguma condenacao esse 2 anos e meio pode ser descontadoResp.
  • gostaria de saber se ae em muno novo vai ter curso pilota...gostaria de saber se ae em muno novo vai ter curso pilotar maqunas agricolas?? se tiver como fasso pra me escreverResp.
+ Perguntas

Espaço do Leitor

Envie sua mensagem:
Sugestões, críticas, opinião.
  • iraci cesario da rocha rocha

    Procuro minha irmã Creusa Maria Cesario ela era de Dracena SP , minha mãe esta idosa 79 anos precisa ver ela se alguem souber nos avisa ..contato 018 996944659 falar com Iraci ..minha irmã foi vista nessa região

  • iraci cesario da rocha rocha

    Boa noite , estou a procura da minha irmã Creusa Maria Cesario desapareceu ha 30 anos , preciso encontrar porque minha mãe esta com 79 anos e quer ver , ela foi vista ai por essa região , quem souber nos avise moramos aqui em Dracena SP

  • maria de lourdes medeiros bruno

    Parabéns, pelo espaço criado. Muito bem trabalhado e notícias expostas com clareza exatidão. Moro na Cidade de Aquidauana e gostaria de enviar artigos. Maria de Lourdes Medeiros Bruno

  • cleidiane nogueira soares

    Procuro por Margarida Batista Barbosa e seu filho Vittorio Hugo Barbosa Câmara.moravam em Coração de Jesus MG nos anos 90 .fomos muito amigos e minha família toda procura por notícias suas.sabemos que voltaram para Aparecida do Taboado MS sua cidade natal

  • Simone Cristina Custódio Garcia

    Procuro meu pai Demerval Abolis, Por favor, me ajudem.Meu telefone (19) 32672152 a cobrar, Campinas SP.

+ Mensagens