Domingo 23/06/2024 12:57

Jovem que tirou o próprio casaco e doou a morador de rua quando fazia 6°C recebe oferta de emprego em MS

Brasil - Comportamento - Solidariedade

Adrian possuía apenas 4 agasalhos e, mesmo assim, ofereceu o mais pesado ao morador.

 

Adrian e Arlan: a selfie para mandar para a mãe — Foto: Adrian Silva Alves/Arquivo Pessoal

 

O estudante de 17 anos, Adrian Silva Alves, recebeu uma oferta de emprego nesta segunda-feira (8) após doar um casaco para um morador de rua de Campo Grande, quando os termômetros marcavam em torno de 6°C. A atitude solidária do rapaz aconteceu no último sábado (6).

A proposta de emprego veio do leiloeiro Gustavo Corrêa, que viu a reportagem durante uma pausa para o almoço em um restaurante de um posto de combustíveis na capital e se emocionou com história do rapaz. Ele entrou em contato com o G1 e ofereceu uma oportunidade de trabalho e qualificação ao jovem:

"Eu fiquei sensibilizado, as empresas precisam de gente de confiança e vejo isso nele. Esse rapaz só precisa de oportunidade e nessa área que trabalho, precisamos formar pessoas para um mercado que é bem especializado", declara Gustavo.

A família de Adrian foi avisada e o pai do rapaz, após conversar com o empresário, confirmou ao G1 que na quinta-feira (11) o acompanhará até o escritório para acertar os detalhes da contratação. De acordo com o leiloeiro, Adrian receberá treinamento e trabalhará com sistemas de informática, área em que ele tem conhecimento. O jovem cumprirá jornada de modo que possa conciliar com os estudos e receberá salário fixo com carteira assinada.

Adrian revelou que não falta ao curso porque quer qualificar-se para conseguir um emprego e ajudar a família: "Eu já entreguei uns currículos, mas é complicado porque as pessoas acham que jovem não consegue desenvolver algo. Os jovens são o futuro, têm muito a oferecer", declara.

De família humilde, ele tirou uma foto apenas para justificar à mãe porque voltaria para casa sem o casaco, que costumava dividir com ela. Aquele era o único casaco pesado que o jovem possuía - os outros 3 são agasalhos finos que ele usava sobrepostos para enfrentar o frio intenso e chegar até o curso técnico na manhã mais gelada do ano em MS.

"Ele sempre teve bom coração", diz mãe

Na entrevista exibida no MSTV 1° Edição da TV Morena, a família fala sobre a solidariedade real, de dividir com o próximo não aquilo que sobra, mas o que é necessário: "Eu tenho pouco, mas ele não tinha nada", relembra o menino, emocionado.

Veja ao final da matéria a entrevista com a família.

A família mora no bairro Los Angeles, na capital. Na casa vivem os pais do estudante e uma irmã. O pai de Adrian é guarda municipal e conta que sempre incentivou os filhos a ajudarem:

"O pouco que a gente tem dá sempre para dividir com alguém, sempre tem alguém que está precisando mais que você."

A mãe do menino conta que ele sempre teve bom coração: "Desde pequenininho ele sempre foi assim. Acho que a pessoa já nasce. Não adianta eu falar para vocês que ensinei, porque o mérito não é só meu, eu acho que ele já nasceu. As pessoas que cercaram ele sempre foram boas e ele aprendeu isso".

Ao relembrar o momento, Adrian fica emocionado:

"Eu tenho pouco mas ele não tinha nada e isso tocou dentro de mim, sabe? Antes ele ter um pouco junto comigo, do que eu ter um pouco e ele não ter nada. Às vezes a gente pode fazer uma coisa pelo próximo e a gente não faz, a gente só olha. Uma coisa que eu aprendi muito legal é que um 'bom dia' muda a vida de uma pessoa e são gestos assim que o mundo precisa", declara.

Atitude do jovem foi flagrada por câmeras de segurança

Por volta das 7h30 de sábado, os termômetros marcavam em torno de 6°C, segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos. Adrian acordou às 6h e pegou três ônibus para chegar à instituição onde estuda Gestão Hospitalar aos sábados. Após descer no último ponto e caminhar alguns metros, se deparou com o morador de rua do outro lado da calçada.

G1

Campo Grande/MS, Comportamento, Solidariedade

Compartilhar faz bem!

Eventos

  • 1º Encontro dos Amigos da Empaer

    1º Encontro dos Amigos da Empaer

    Cidade:Dourados
    Data:29/07/2017
    Local:Restaurante / Espaço Guarujá

  • Caravana da Saúde em Dourados II

    Caravana da Saúde em Dourados II

    Cidade:Dourados
    Data:16/04/2016
    Local:Complexo Esportivo Jorge Antonio Salomão

Veja Mais Eventos

Balcão de Oportunidades / Empregos(Utilidade Pública)

Não é cadastrado ainda? Clique aqui

Veja todas as ofertas de vagas

Cotações

Moeda Taxa R$
Dólar 5,288
Euro 5,754
Franco suíço 5,940
Yuan 0,730
Iene 0,034
Peso arg. 0,006

Atualizado

Universitários

Serviço Gratuito Classificados - Anúnicios para Universitários
Newsletter
Receba nossa Newsletter

Classificados

Gostaria de anunciar conosco? Clique aqui e cadastre-se gratuitamente.

  • Anúncios

Direitos do Cidadão

Escritório Baraúna-Mangeon Faça sua pergunta
  • Tem uma senhora dai de Campo Grande que é uma estelionatá...Tem uma senhora dai de Campo Grande que é uma estelionatária aqui em Cuiabá, levou muita grana nossa, e uma eco esporte. Ela se chama LEUNIR..., como faço pra denunciar ela aí nos jornais?Resp.
  • Boa tarde, minha sogra teve cancer nos seios e retirou um...Boa tarde, minha sogra teve cancer nos seios e retirou um eo outro parcial ja faz um bom tempo que nao trabalha e estava recebendo auxilio doença mas foi cancelada e ja passou por duas pericias e nao consegui mais , sera que tem como ela aposentar?Resp.
  • quanto porcento e o desconto para produtor rural hoje out...quanto porcento e o desconto para produtor rural hoje outbro de 2013Resp.
  • meu irmao cumpriu dois ano e meio de pena foi asolvido 7 ...meu irmao cumpriu dois ano e meio de pena foi asolvido 7 a zero caso ele tenha alguma condenacao esse 2 anos e meio pode ser descontadoResp.
  • gostaria de saber se ae em muno novo vai ter curso pilota...gostaria de saber se ae em muno novo vai ter curso pilotar maqunas agricolas?? se tiver como fasso pra me escreverResp.
+ Perguntas

Espaço do Leitor

Envie sua mensagem:
Sugestões, críticas, opinião.
  • iraci cesario da rocha rocha

    Procuro minha irmã Creusa Maria Cesario ela era de Dracena SP , minha mãe esta idosa 79 anos precisa ver ela se alguem souber nos avisa ..contato 018 996944659 falar com Iraci ..minha irmã foi vista nessa região

  • iraci cesario da rocha rocha

    Boa noite , estou a procura da minha irmã Creusa Maria Cesario desapareceu ha 30 anos , preciso encontrar porque minha mãe esta com 79 anos e quer ver , ela foi vista ai por essa região , quem souber nos avise moramos aqui em Dracena SP

  • maria de lourdes medeiros bruno

    Parabéns, pelo espaço criado. Muito bem trabalhado e notícias expostas com clareza exatidão. Moro na Cidade de Aquidauana e gostaria de enviar artigos. Maria de Lourdes Medeiros Bruno

  • cleidiane nogueira soares

    Procuro por Margarida Batista Barbosa e seu filho Vittorio Hugo Barbosa Câmara.moravam em Coração de Jesus MG nos anos 90 .fomos muito amigos e minha família toda procura por notícias suas.sabemos que voltaram para Aparecida do Taboado MS sua cidade natal

  • Simone Cristina Custódio Garcia

    Procuro meu pai Demerval Abolis, Por favor, me ajudem.Meu telefone (19) 32672152 a cobrar, Campinas SP.

+ Mensagens