Domingo 09/08/2020 21:32

Estado registrou mais de 2 milhões de raios apenas no ano passado

Estado - Natureza - Descargas Atmosféricas

Com aumento das chuvas cresce também a incidência de raios no Estado (Arquivo)

Mato Grosso do Sul registrou no ano passado quase 2 milhões de raios (descargas atmosféricas). Do total, cerca de 700 mil foram de nuvem solo (raios que começam na nuvem e terminam no solo) e mais de 1,2 milhão de descargas intra-nuvens (que acontecem no interior das nuvens Cumulonimbus), ocorrências naturais e que trazem risco à população. Os dados são da Energisa que faz o acompanhamento destas incidências.

A concesssionária alerta para o aumento nas chuvas deste início do ano e, consequentemente, aumentam também as descargas atmosféricas, capazes de causar danos dentro das residências ou empresas. Isso ocorrem porque o calor e a umidade do ar, em conjunto, contribuem para formação de nuvens de tempestades que estimulam a ocorrência desses fenômenos da natureza.

Dados divulgados pelo Instituto de Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam, que o volume de chuvas para janeiro pode chegar a 150mm de acumulado, e há previsão também de temporais em diversas cidades do Estado. “O período de setembro a março, ou seja, da primavera até o fim do verão, é tido como estação das chuvas no Brasil, com formação constante das nuvens do tipo Cumulonimbus - as mais perigosas e que geram raios de alta intensidade” - alerta a especialista em Meteorologia, Franciane Rodrigues, do CEMTEC/MS.

Ela explica que o Brasil é campeão em descargas atmosféricas por ser o maior país da zona tropical do planeta, lembrando que MS está no topo do ranking. “Essa alta incidência é geográfica - por estarmos em uma área central, onde o clima é mais quente e, portanto, mais favorável à formação de tempestades e raios”, finaliza a meteorologista.

“Os raios, podem atingir diretamente as pessoas e imóveis, ou ainda, pode acontecer por meio de objetos metálicos, telefonia, antenas externas, redes de TV e internet via cabo”, explica o gerente do Departamento de Operação da Energisa, Fernando Corradi. Ele informa no ano passado foram mais de 60 mil atendimentos ocasionados por eventos climáticos.

É preciso ficar atento pois além dos raios, os temporais geralmente são acompanhados de fortes rajadas de ventos, o que acabam trazendo ainda mais riscos para as pessoas. “Os ventos, além de lançar objetos sobre as redes de energia, podem provocar a queda de árvores e galhos sobre carros e casas”, alerta o gerente.

Monitoramento do tempo - A ferramenta “Net Clima”, utilizada pela Energisa está presente em todas as unidades da empresa, e é capaz de realizar, diariamente, o monitoramento dos raios, analisando ainda informações do passado e presente; fazendo o monitoramento real das tempestades; e também da previsão do tempo.

Além do sistema de monitoramento, desenvolvido pelo Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), em parceria com a Aneel e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a concessionária conta com o plano de contingência e treinamento das equipes.

“Contamos com equipes treinadas e mobilizadas para atender à população o mais rápido possível em casos de interrupções de energia, além de recursos, ferramentas necessárias para o enfrentamento dessas situações. O sistema elétrico conta também com equipamentos automatizados, que permitem manobras a distância, diretamente do Centro de Operação da distribuidora, garantindo mais agilidade na recomposição do sistema”, explica.

Dicas - Em situações de descargas atmosféricas, a Energisa recomenda que:

• Retire os aparelhos eletroeletrônicos das tomadas;
• Nunca utilize telefone com fio ou aparelho conectado à tomada durante uma forte tempestade com incidência de raios;
• Se precisar fazer uma ligação, dê preferência aos celulares;
• Deixe para carregar ou smartphone em outro momento e sempre opte por usar o notebook na bateria e pela rede Wi-Fi, dispensando o uso de fios;
• Os cabos telefônicos, cabos de TV por assinatura e fiação de antenas são capazes de conduzir a corrente elétrica dos raios até os aparelhos. Por isso, é aconselhável retirar os aparelhos eletrônicos (normalmente mais sensíveis) das conexões com rede de telefonia, TV a cabo e antena externa;
• Sempre que puder instale dispositivos de proteção contra surtos, as DPS, conforme NBR-5410 (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e aterre a rede elétrica da residência ou comércio;
• Não utilize chuveiro ou torneira elétrica (secador, chapinha etc);
• Quando ouvir os trovões, nunca fique em campo aberto. Procure abrigo imediatamente em construções e feche os vidros e janelas;
• Durante temporais, evite aglomerações;
• Evite ser o ponto mais alto das proximidades ou estar próximo dele;
• Se não for possível se abrigar, agache-se, com as mãos na nuca e pés juntos;
• Não fique embaixo de árvores ou próximo a torres;

Campo Grande News/KV

Compartilhar faz bem!

Eventos

  • 1º Encontro dos Amigos da Empaer

    1º Encontro dos Amigos da Empaer

    Cidade:Dourados
    Data:29/07/2017
    Local:Restaurante / Espaço Guarujá

  • Caravana da Saúde em Dourados II

    Caravana da Saúde em Dourados II

    Cidade:Dourados
    Data:16/04/2016
    Local:Complexo Esportivo Jorge Antonio Salomão

Veja Mais Eventos

Balcão de Oportunidades / Empregos(Utilidade Pública)

Não é cadastrado ainda? Clique aqui

Veja todas as ofertas de vagas

Cotações

Indisponível no momento

Universitários

Serviço Gratuito Classificados - Anúnicios para Universitários

Tempo / Clima

Newsletter
Receba nossa Newsletter

Classificados

Gostaria de anunciar conosco? Clique aqui e cadastre-se gratuitamente.

  • Anúncios

Direitos do Cidadão

Escritório Baraúna-Mangeon Faça sua pergunta
  • Tem uma senhora dai de Campo Grande que é uma estelionatá...Tem uma senhora dai de Campo Grande que é uma estelionatária aqui em Cuiabá, levou muita grana nossa, e uma eco esporte. Ela se chama LEUNIR..., como faço pra denunciar ela aí nos jornais?Resp.
  • Boa tarde, minha sogra teve cancer nos seios e retirou um...Boa tarde, minha sogra teve cancer nos seios e retirou um eo outro parcial ja faz um bom tempo que nao trabalha e estava recebendo auxilio doença mas foi cancelada e ja passou por duas pericias e nao consegui mais , sera que tem como ela aposentar?Resp.
  • quanto porcento e o desconto para produtor rural hoje out...quanto porcento e o desconto para produtor rural hoje outbro de 2013Resp.
  • meu irmao cumpriu dois ano e meio de pena foi asolvido 7 ...meu irmao cumpriu dois ano e meio de pena foi asolvido 7 a zero caso ele tenha alguma condenacao esse 2 anos e meio pode ser descontadoResp.
  • gostaria de saber se ae em muno novo vai ter curso pilota...gostaria de saber se ae em muno novo vai ter curso pilotar maqunas agricolas?? se tiver como fasso pra me escreverResp.
+ Perguntas

Espaço do Leitor

Envie sua mensagem:
Sugestões, críticas, opinião.
  • iraci cesario da rocha rocha

    Procuro minha irmã Creusa Maria Cesario ela era de Dracena SP , minha mãe esta idosa 79 anos precisa ver ela se alguem souber nos avisa ..contato 018 996944659 falar com Iraci ..minha irmã foi vista nessa região

  • iraci cesario da rocha rocha

    Boa noite , estou a procura da minha irmã Creusa Maria Cesario desapareceu ha 30 anos , preciso encontrar porque minha mãe esta com 79 anos e quer ver , ela foi vista ai por essa região , quem souber nos avise moramos aqui em Dracena SP

  • maria de lourdes medeiros bruno

    Parabéns, pelo espaço criado. Muito bem trabalhado e notícias expostas com clareza exatidão. Moro na Cidade de Aquidauana e gostaria de enviar artigos. Maria de Lourdes Medeiros Bruno

  • cleidiane nogueira soares

    Procuro por Margarida Batista Barbosa e seu filho Vittorio Hugo Barbosa Câmara.moravam em Coração de Jesus MG nos anos 90 .fomos muito amigos e minha família toda procura por notícias suas.sabemos que voltaram para Aparecida do Taboado MS sua cidade natal

  • Simone Cristina Custódio Garcia

    Procuro meu pai Demerval Abolis, Por favor, me ajudem.Meu telefone (19) 32672152 a cobrar, Campinas SP.

+ Mensagens